Designer Aproveita Câmara de Bicicletas Para Criar Produtos Duráveis

O que começou como uma pequena operação para resgatar câmaras de bicicleta de aterros sanitários, resultou na criaças de uma empresa, a Green Guru, que transforma todos os tipos de material descartados em bolsas e acessórios.

A empresa localizada no Colorado, Estados Unidos, recolhe materiais que foram descartados e encontra maneiras de transformá-los em produtos duráveis. Eles fazem mochilas feitas a partir de câmaras de bicicleta, capas de laptop e transformam banners publicitários em produtos utilizáveis​​.

Davidson Lewis, fundador da companhia, cresceu trabalhando em lojas de bikes, e seu primeiro trabalho era consertar pneus furados. No final de cada dia ele tinha que tirar todas as câmaras do lixo. Quando reparou quanto dos resíduos provinha da indústria de bicicletas, ele tentou ‘salvar’ o máximo possível para poder consertar e reutilizar, ou usar para outras coisas como fixações e elásticos.

Sendo filho de artistas, que também eram “guardiães do meio ambiente”, Lewis decidiu tomar uma atitude criativa para resolver este problema. Após graduar-se em design de produto, ele desenvolveu uma linha de bolsas e acessórios com esses materiais descartados. Ao longo do tempo, outros materiais residuais foram adicionados à mistura upcycling. Agora a empresa recicla câmaras, roupas de mergulho, cordas de escalada, banners, barracas, roupas e muito mais.

Em entrevista ao site greenUPGrader ele falou sobre sua paixão pela vida e os esportes ao ar livre e afirmou que um ciclista ávido pode usar duas ou três câmaras por ano, e pelo fato do custo de obter uma nova ser semelhante ao de consertar uma velha, muitas pessoas optam por um novo e mais seguro. “Nós não queremos que o esporte ambientalmente correto, que nós gostamos, adicione todos esses resíduos para o nosso mundo por isso estamos desviando este desperdício e transformando-os em uma solução duradoura.”

Para conseguir os materiais necessários, a empresa tem parceria com lojas de bicicletas que criaram uma central de coleta, assim quando alguém chega para comprar uma nova câmara, deixam a velha lá. Eles também têm parcerias com empresas de grande porte e recebem pequenas doações pessoais.

Os produtos criados por eles são fabricados pela empresa americana Boulder também localizada no Colorado. Os objetos destacam a arte e o redirecionamento de materiais, criando um produto durável.

Para Lewis ser verde ou sustentável não é apenas reciclar mas também incluir o uso de produtos que vão durar, pois reduzem os resíduos. Seus produtos são construídos para serem duráveis e em muitos casos também são resistentes à água.

Através de anos de experimentação, a empresa cresceu o número de projetos em um catálogo de produtos orientado para o desempenho que excedem os padrões de qualidade, social e de sustentabilidade. A Green Guru acredita na mudança real, através da redução de resíduos em aterros e pela geração de empregos locais.

Em seu site, a empresa reforça o compromisso ambiental e social do trabalho. “Nosso negócio é construído sobre uma base de ações sustentáveis. Fazemos perguntas difíceis sobre os processos e criamos soluções reais que nos ajudam a reduzir o desperdício e aumentar a eficiência. Este processo beneficia a nossa organização, bem como nossos parceiros de negócios em muitos níveis diferentes. Com a quantidade de materiais que recuperamos, criamos empregos e aumentamos o número de produtos que fabricamos, somos capazes de perceber a mudança social, ambiental e econômica positiva, criando uma organização que tem a base necessária para florescer em nosso futuro”. Com informações do greenUPGRADER.

Fonte: CicloVivo